Sem jogos e sem comando, Maracanã convive agora com saques

Estádio está em situação de abandono Foto: Fabio Motta/ Estadão
Estadão conteúdo

Abandonado, o mais icônico estádio do País não tem condição de receber um jogo sequer; extintores foram roubados e gramado secou

O mais icônico estádio do futebol brasileiro e cuja reforma para a Copa do Mundo de 2014 consumiu mais de R$ 1,2 bilhão em recursos públicos está sendo saqueado. Vivendo um jogo de empurra desde o final de 2015, o Maracanã está abandonado, sem comando definido e, no momento, sem condições de sediar qualquer partida, já que o gramado, que não vem sendo cuidado, secou.

Nesta terça-feira, a Federação de Futebol do Rio (Ferj) divulgou nota relatando os saques. Segundo a entidade, foram roubados mangueiras, extintores, bustos e televisores. Na semana passada, o jornal O Globo relatou também que o mobiliário dos camarotes está depositado em salas sem nenhum cuidado com a conservação e sofrendo com a ação do tempo. Sete mil cadeiras não foram recolocadas nas arquibancadas. Não bastasse isso, há contas de luz, água e gás em atraso.

A responsável pelo Maracanã é a Concessionária Maracanã S. A., cuja principal acionista é a Odebrecht. Mas, desde o fim de março do ano passado, a gestão foi repassada ao Comitê Rio-2016, que utilizou o estádio nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Em junho, o acervo histórico do Maracanã passou para a responsabilidade da Superintendência de Desportos do Estado do Rio de Janeiro.

A gestão do estádio deveria ter sido devolvida no final de outubro - mas a Maracanã S. A. se nega a recebê-la por considerar que a arena não foi entregue pelo Comitê Rio-2016 da mesma forma como havia sido recebida.

Reforma do Maracanã para a Copa 2014 custou R$ 1,2 bilhão Foto: Fabio Motta/ Estadão

"O complexo deveria ter sido devolvido à concessionária em 30 de outubro de 2016, o que não ocorreu em função de dezenas de não conformidades já relatadas ao Rio 2016 e ao governo do estado. Entre elas estão a falta laudos que atestem a integridade da cobertura e do gramado, a mudança na numeração das cadeiras, a falta de assentos e de equipamentos de segurança como as catracas eletrônica, televisões e móveis, além de mais de uma centena de equipamentos como portas e corrimãos quebrados", informou, em nota, a concessionária.

COMENTÁRIOS

Nome

ABC,1,América-MG,9,América-RN,1,Atlético-GO,4,Atlético-MG,67,Atlético-PR,51,Avaí,39,Bahia,8,Barcelona,1,Boa Esporte,2,Botafogo,48,Bragantino,2,Brasil,48,Brasil de Pelotas,1,Brasileirão 2015,162,Brasileirão 2016,10,Brasília,7,Caldense,3,Campeonato Brasileiro Série A,427,Campeonato Brasileiro Série B,23,Campinense,1,CBF,34,Ceará,9,Champions League,37,Chapecoense,55,Chile,1,Cobresal-CHI,1,Colo-Colo-CHI,4,Copa América,4,Copa das Confederações,9,Copa do Brasil,97,Copa do Brasil 2015,36,Copa do Brasil 2017,6,Copa do Mundo,4,Copa Flórida,5,Copa Libertadores da América,30,Copa Sul-Americana,34,Copa Sul-Minas-Rio,13,Corinthians,106,Coritiba,48,CRB,1,Criciúma,6,Crônicas,98,Cruzeiro,65,Desportivo Capiatá-PAR,1,Destaques,1,Eibar,1,Eliminatórias Copa 2018,2,Estaduais 2010,27,Estaduais 2011,16,Estaduais 2012,2,Estaduais 2017,2,Europa League,6,FIFA,18,Figueirense,55,Flamengo,114,Fluminense,70,Fórmula 1,1,Futebol Internacional,215,Genoa,1,Globo FC,2,Goiás,37,Grêmio,68,Humor,14,Huracán,2,Independiente del Valle-EQU,1,Internacional,80,Ituano,7,Joinville,47,LDU Quito-EQU,1,Libertad,2,Libertadores 2015,5,Libertadores 2016,8,Libertadores 2017,5,Londrina,2,Luverdense,1,Macaé,1,Melgar-PER,1,Millonarios-COL,4,Mogi Mirim,4,Moto Club,3,Náutico,1,Noticias,943,Oeste,2,Olimpia-PAR,3,Outros Esportes,10,Palmeiras,95,Paraná,4,Paulista 2017,1,Paysandu,10,Ponte Preta,43,Primeira Liga,10,Primeira Liga 2017,12,Princesa dos Solimões,2,River Plate,2,River Plate-URU,1,Roma,1,Sampaio Corrêa,1,Santa Cruz,6,Santa Fe-COL,1,Santos,76,Santos-AP,3,São Paulo,77,Sport,48,Sportivo Luqueño,2,Sul-Americana 2015,22,Super Cup,1,Superclássico das Américas,1,The Strongest-BOL,1,Toluca-MEX,1,Transferências,18,Uefa,1,Vasco,99,Venezuela,1,Víni Cassela,1,Vitória,3,Volta Redonda,2,
ltr
item
FuteAki: Sem jogos e sem comando, Maracanã convive agora com saques
Sem jogos e sem comando, Maracanã convive agora com saques
O mais icônico estádio do futebol brasileiro e cuja reforma para a Copa do Mundo de 2014 consumiu mais de R$ 1,2 bilhão em recursos públicos está sendo saqueado. Vivendo um jogo de empurra desde o final de 2015, o Maracanã está abandonado, sem comando definido e, no momento, sem condições de sediar qualquer partida, já que o gramado, que não vem sendo cuidado, secou.
https://3.bp.blogspot.com/-QCAQkwV8BAw/WHUzYvk7KiI/AAAAAAAAIN0/aT663V2CXBYIowqxXgfOtaIuZGArxWt1wCLcB/s1600/Est%25C3%25A1dio%2Best%25C3%25A1%2Bem%2Bsitua%25C3%25A7%25C3%25A3o%2Bde%2Babandono%2B%2528FuteAki.com.br%2529.jpg
https://3.bp.blogspot.com/-QCAQkwV8BAw/WHUzYvk7KiI/AAAAAAAAIN0/aT663V2CXBYIowqxXgfOtaIuZGArxWt1wCLcB/s72-c/Est%25C3%25A1dio%2Best%25C3%25A1%2Bem%2Bsitua%25C3%25A7%25C3%25A3o%2Bde%2Babandono%2B%2528FuteAki.com.br%2529.jpg
FuteAki
http://www.futeaki.com.br/2017/01/sem-jogos-e-sem-comando-maracana.html
http://www.futeaki.com.br/
http://www.futeaki.com.br/
http://www.futeaki.com.br/2017/01/sem-jogos-e-sem-comando-maracana.html
true
8560738132484122062
UTF-8
Carregar todos os posts Não foi encontrada nenhuma postagem VER TUDO Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTAGENS Ver tudo POSTAGENS RELACIONADAS MARCADORES ARQUIVO PESQUISAR TODOS AS POSTAGENS Não foi encontrada nenhuma postagem de acordo com sua requisição Voltar ao Início Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais que 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO É EXCLUSIVO Por favor, compartilhe para desbloquear Copiar todo código Selecionar todo código Todos os códigos foram copiados Não foram copiado os códigos